"Nada torna, nada se repete, porque tudo é real."
*Alberto Caeiro

terça-feira, julho 24, 2007

5 minutos#3

ler mãos. descrever-lhes os limites. a profundidade dos traços. o relevo das veias. a lonjura dos dedos. o toque. as marcas do dia. 5 minutos. e levanta-se um sopro de vento. ou a chama com que me queimo. porque em vez de água, terra. porque já não me basta o meu reflexo.


mas hoje as tuas mãos parecem-se comigo.

m.cesariny

Ontem foi:

About me:

A minha foto
a entropia é a minha religião. alterno a leitura da bíblia com a interpretação de mapas e mãos. bebo, preferencialmente, azul. tenho, ainda, o hábito de escrever cartas_

Sopra-me ao ouvido: