"Nada torna, nada se repete, porque tudo é real."
*Alberto Caeiro

terça-feira, julho 31, 2007

Planos para as férias

passar longas tardes de filmes e livros no sofá
organizar as pastas de fotografias e voltar a tirar mais fotografias para voltar a desorganizar tudo outra vez
deixar o mar sussurrar-me tardes ao ouvido
deitar fora a chave de algumas gavetas depois de as limpar
passar férias com os gatos
atravessar o tejo de cacilheiro ao por do sol
ter tempo para saber dos amigos, para estar com os amigos, para lhes sentir o olhar
estar com os pais sem pensar nos horários dos combóios ou expressos
entrar no fogo dessas ruas e pensar que é agosto e que há coisas que não mudam,porque não podem, porque não querem
ter um dia para viajar sem rumo, de janelas abertas, música alta e azul no retrovisor
escrever cartas e postais, encher páginas do caderno de viagens, coleccionar papéis e papelinhos com nomes gravados, recados perdidos

entrar no mar, sentir o sal das águas nos olhos e pensar que tudo o que arde cura

4 comentários:

Natália Nunes disse...

"pensar que tudo o que arde cura".

fantástico esse desfecho.

lebredoarrozal disse...

melhor plano conselho do ano:

deitar fora a chave de algumas gavetas depois de as limpar

Magnólia disse...

O tanto que se pode fazer em período de férias!!

eyes shut disse...

gostei muito...*

Ontem foi:

About me:

A minha foto
a entropia é a minha religião. alterno a leitura da bíblia com a interpretação de mapas e mãos. bebo, preferencialmente, azul. tenho, ainda, o hábito de escrever cartas_

Sopra-me ao ouvido: