"Nada torna, nada se repete, porque tudo é real."
*Alberto Caeiro

quinta-feira, maio 29, 2008

perdidos e achados

façam um exercício:

se perdessem a vossa pen drive o que é que a pessoa que a encontrasse ficaria a saber sobre vocês?

bem, talvez seja melhor não descuidar o uso e transporte desse objecto já tão banalmente integrado no quotidiano... quem encontrar a minha vai ter muito por onde exercer o seu voyeurismo.

4 comentários:

angela disse...

glup!
nem quero imaginar
:(

AQF disse...

de nós nada.. ficariam a saber um pouco apenas de 'alguém', estas tecnologias asseguram o anonimato, para o bem e para o mal.

menina limão disse...

eu estive este mês passado sem saber onde tinha metido a minha pen, já convencida de que a tinha perdido. entretanto, soube tê-la deixado num centro de cópias. de mim, que me lembre, ficariam a saber uma parte do meu gosto musical. entretanto perdi a do meu irmão, que tinha pedido emprestada quando julgava a minha desaparecida para sempre. não sei o que revelaria dele, mas suponho que, pela idade, não fosse nada de comprometedor.

aposto que a tua tinha fotografias. ora, quem ficou com a pen, depois de as ver, vai com certeza querer procurar a dona...:p

ana c. disse...

felizmente, a pen apareceu.
por acaso, o que me assustou foi mesmo a percepção de que as informações contidas numa pen são tudo menos anónimas. a minha pen falaria mais sobre mim do que a minha carteira. fotos, cv, textos, documentos de pesquisa, etc.etc. nada de interessante para os outros. mas demasiado importante para mim para partilhar com estranhos...

Ontem foi:

About me:

A minha foto
a entropia é a minha religião. alterno a leitura da bíblia com a interpretação de mapas e mãos. bebo, preferencialmente, azul. tenho, ainda, o hábito de escrever cartas_

Sopra-me ao ouvido: