"Nada torna, nada se repete, porque tudo é real."
*Alberto Caeiro

sábado, junho 09, 2007

4as em Lisboa #8







Az

lisboa, a cores e luz.

8 comentários:

emanuel disse...

esta é que é a nossa terra!! linda

karin disse...

a melhor poesia é a que fazemos acontecer no dia-a-dia. Tu sabes fazê-lo. E muito bem.

Magnólia disse...

Para quando um café nesta linda cidade de Lisboa? Já vou tendo saudades...

Az disse...

lisboa é mesmo a nossa terrinha mas agora estou a criar raízes noutra...

não consigo prometer um café. mas também já dissolvo saudades para adoçar o líquido...

Az disse...

ah, karin, quem me dera saber assim tanto de poesia para a fazer acontecer no dia-a-dia.

Mary disse...

uma terra pintada de azul... é das raízes

aida monteiro disse...

a sempre bela Lisboa:)
a lisboa onde se canta o fado!
que bom ficar assim um bocadinho:
a olhá-la.

beijinho.

paperdoll disse...

adamastor <3

:)

Ontem foi:

About me:

A minha foto
a entropia é a minha religião. alterno a leitura da bíblia com a interpretação de mapas e mãos. bebo, preferencialmente, azul. tenho, ainda, o hábito de escrever cartas_

Sopra-me ao ouvido: