"Nada torna, nada se repete, porque tudo é real."
*Alberto Caeiro

terça-feira, novembro 06, 2007

silêncio

Não interrogues. E não digas
também
segredos ao ouvido.
O próprio silêncio
é às vezes indiscreto.

Albano Martins, escrito a vermelho


Joana Linda, série: O segredo



taquicardia. coração em excesso de velocidade. travagem brusca. sinal vermelho. ponto morto.

2 comentários:

menina limão disse...

travão de mão.

aida monteiro disse...

sem palavras.é brusco e comove.

Ontem foi:

About me:

A minha foto
a entropia é a minha religião. alterno a leitura da bíblia com a interpretação de mapas e mãos. bebo, preferencialmente, azul. tenho, ainda, o hábito de escrever cartas_

Sopra-me ao ouvido: