"Nada torna, nada se repete, porque tudo é real."
*Alberto Caeiro

quarta-feira, agosto 22, 2007



©ana



Broken bicycles, old busted chains
With rusted handle bars, out in the rain
Somebody must have an orphanage for
All these things that nobody wants any more
September's reminding July
It's time to be saying goodbye
Summer is gone, but our love will remain
Like old broken bicycles out in the rain

Broken bicycles, don't tell my folks
There's all those playing cards pinned to the spokes
Laid down like skeletons out on the lawn
The wheels won't turn when the other has gone
The seasons can turn on a dime
Somehow I forget every time
For all the things that you've given me will always stay
Broken, but I'll never throw them away

Tom Waits - Broken Bicycles
- One from the heart (OST)

7 comentários:

hiddentrack disse...

não caiste, pois não?

;)

ana disse...

caí! por acaso, registei a minha primeira queda neste dia. mas foi uma coisa ligeira...falha da mudança :-p

hiddentrack disse...

Que vergonha...

Magnólia disse...

O melhor mesmo é não mexer nas mudanças... ao menos não há grandes riscos de queda! ;)

ana disse...

acontece aos melhores. é como bater com o carro.

hiddentrack disse...

essa agora foi para mim, não? ahahah ;)
sabes que és a melhor

ana disse...

não, a sério! nem me lembrei disso! estava mesmo a pensar nos "espertinhos" que por aí andam e que pensam sempre que só acontece aos outros...

Ontem foi:

About me:

A minha foto
a entropia é a minha religião. alterno a leitura da bíblia com a interpretação de mapas e mãos. bebo, preferencialmente, azul. tenho, ainda, o hábito de escrever cartas_

Sopra-me ao ouvido: