"Nada torna, nada se repete, porque tudo é real."
*Alberto Caeiro

quinta-feira, fevereiro 07, 2008

Capítulo VI

- Não respire!
Não estava no fotógrafo. Estava no serviço de radiologia de Reykjavik. É a frase de todas as sociedades aos seus cidadãos. "Não respirem".


(...)

Pascal Quignard, As sombras errantes

5 comentários:

menina limão disse...

isso é-me muito familiar. mas é estranho, não associaria a este livro. agora este é um daqueles mistérios que a minha memória não resolverá e vai andar a fazer-me comichão.

ana c. disse...

pois...também não posso ajudar a resolver esse mistério.

menina limão disse...

ena, ripostaste. estava a ver que morreras.

(hihi)

adriano disse...

procurei em vão o livro na fnac (não disponível em nenhuma loja) e na almedina, finalmente encontrei na Leitura de José Falcão. já comecei.

ulrich disse...

quignard é magnífico e citado na blogoesfera ainda mais. Bem-haja!

Ontem foi:

About me:

A minha foto
a entropia é a minha religião. alterno a leitura da bíblia com a interpretação de mapas e mãos. bebo, preferencialmente, azul. tenho, ainda, o hábito de escrever cartas_

Sopra-me ao ouvido: