"Nada torna, nada se repete, porque tudo é real."
*Alberto Caeiro

domingo, março 09, 2008

(...)

Mas eu vi a construção de uma ponte. Eu vi o sal e a buganvília. Eu vi a rebentação e eu vi um homem silencioso. Eu vi que isso era bom. Eu vi que isso era desolado e vivo. Eu vi que podia ser março.
...

Vasco Gato


Sabine Hornig

3 comentários:

Cometa 2000 disse...

uma preciosidade este post!

o texto e a imagem, brilhante.

Vanessa disse...

gosto assim muito deste blog. :) *

ana c. disse...

obrigada a ambos.

um abraço.

Ontem foi:

About me:

A minha foto
a entropia é a minha religião. alterno a leitura da bíblia com a interpretação de mapas e mãos. bebo, preferencialmente, azul. tenho, ainda, o hábito de escrever cartas_

Sopra-me ao ouvido: