"Nada torna, nada se repete, porque tudo é real."
*Alberto Caeiro

sexta-feira, abril 25, 2008

a minha revolução é esta

Adeus

13 comentários:

Happy and Bleeding disse...

hope not.

Valéria disse...

gostei MUITO daqui.

lebredoarrozal disse...

adeus? mas, mas, adeus como? onde é que tu vais?

ulrich disse...

não vás

ana c. disse...

por enquanto, não vou a lado nenhum mas também não estarei por aqui. sinto que não estão reunidas condições para fazer aquilo que gostaria...

indigo des urtigues disse...

Olha, eu deixo-te um beijo! :)

lebredoarrozal disse...

sim, beijos e fico à espera que tenhas todas as condições para voltares:)

bruno disse...

vá, ana. convence lá as condições de que isto precisa delas. :)

menina limão disse...

(letra mais filha da puta!)

(imperdoável ter comentado o não-comentável, eu sei)

Poppie disse...

gostei deste blog.... e como às vezes lermos uma coisa tão simples como a letra dessa música nos faz perceber tanto das nossas próprias circunstâncias…

menina limão disse...

Despediram o porteiro! :D :D :D :D


(mas agora acham que tenho um blog de spam)

Miguel Barroso disse...

acondiciono-me à espera

A SEIVA

menina tóxica disse...

e eu só vi agora?

mas volta :)*

Ontem foi:

About me:

A minha foto
a entropia é a minha religião. alterno a leitura da bíblia com a interpretação de mapas e mãos. bebo, preferencialmente, azul. tenho, ainda, o hábito de escrever cartas_

Sopra-me ao ouvido: